e21 cria campanha de conteúdo que muda a conversa sobre o câncer de mama no Brasil

Segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Mastologista, embora reconheçam que a mamografia é o melhor exame para identificar a doença, apenas 46,2% das mulheres o fizeram 1 vez e 27% nunca fizeram. Os fatores que justificam essa baixa adesão são variados:

  • Dificuldade de acesso (64,9%);
  • Medo de encontrar alguma coisa (54,5%) e
  • até não saber como se detecta (54%). 

A partir destes dados, a equipe da e21 se aprofundou numa intensa pesquisa e percebeu que as campanhas feitas até hoje para o Outubro Rosa, realizadas pelo FEMAMA (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama, com 70 associadas em todo país)  tiveram o grande mérito de universalizar a questão, mas que, com o passar do tempo, acabavam também não sendo tão eficazes, porque – ao final – não promoviam o aumento da realização dos exames médicos anuais, o principal elemento de detecção precoce da doença. 

Durante 11 anos de campanha do Outubro Rosa, promovemos informação e conhecimento sobre o que é o câncer de mama. Mas sabemos que isso ainda não despertou a necessidade de buscar um acompanhamento médico anual. Por essa razão, neste ano, nossa campanha é bem simples e estimula a atitude e ação para criar uma cultura de autocuidado e diagnóstico precoce, só assim conseguiremos salvar milhares de mães, esposas, filhas e amigas queridas.”

explica a Dra. Maira Caleffi, mastologista e presidente voluntária da FEMAMA.

Criar uma nova cultura foi a palavra-chave da ideia da e21.

A agência criou então um call to action para a causa do câncer de mama, baseado em três perguntas que devem ser feitas a qualquer mulher:

1) Você tem observado suas mamas?

2) Você tem marcado seus exames anuais?

3) Você conhece seus fatores de risco? 

Essas 3 perguntas (e o uso intenso do número 3) deram origem à campanha 3 Perguntas Que Salvam.

O projeto é um esforço de marketing multicanal, que envolve publicidade, PR, influenciadores, branded-content e até ações comerciais, numa das maiores estratégias de conteúdo já planejadas pela agência.

“A iniciativa vai além das mulheres. Ela busca envolver toda a sociedade e expandir a conversa também para quem está ao seu redor a partir de uma atitude prática fazendo as “3 perguntas que salvam” para as mulheres que a gente ama de verdade.”

afirma Fernando Garros, Diretor de Criação Estratégica e um dos líderes do projeto.

“O foco foi ter uma voz de comando. As campanhas até hoje de Outubro Rosa viraram uma data no calendário promocional no Brasil, nas empresas e na sociedade. E isso tem se mostrado incapaz de seguir provocando mudanças de atitude em prol do diagnóstico precoce.” comenta Luciano Vignoli, CEO da e21.”

As pessoas querem saber o que precisa ser feito. E agora, saberão.” completa. 

Para incentivar o público a fazer as “3 perguntas que salvam” para as mulheres de sua vida, o TikTok também entrou no projeto,  divulgando a ação na plataforma e promovendo a hashtag #perguntapraela, que contará com vídeos oficiais de desafios (challenges), duetos e com informações mais detalhadas da ação.

Os tiktokers Mario Jr (@lzmaario), com mais de 3 milhões de seguidores, e Maju Sanchez (@majucca), apoiarão voluntariamente a causa com um vídeo estimulando usuários a participarem da mobilização. 

A campanha ainda conta com o apoio da Rede Globo, que veiculará  gratuitamente os comerciais da campanha.

As conversas em torno da hashtag #perguntapraela já estão acontecendo em todas as redes sociais a partir de outubro, devendo se estender pelos próximos 2 anos. 

Durante 11 anos de campanha do Outubro Rosa, promovemos informação e conhecimento sobre o que é o câncer de mama, mas isso ainda não despertou a necessidade de buscar um acompanhamento médico anual. Por isso, neste ano, nossa campanha é bem simples e estimula a atitude e ação para criar uma cultura de autocuidado e diagnóstico precoce, só assim conseguiremos salvar milhares de mães, esposas, filhas e amigas queridas.”

explica a Dra. Maira Caleffi, mastologista e presidente voluntária da FEMAMA.

FICHA TÉCNICA:

  • Direção de Criação: Fernando Garros e Daniel Ramos
  • Criação: Fernando Garros, Daniel Ramos, Carol Pacheco, Amanda Xavier
  • Planejamento: Luciano Vignoli e Fernando Garros
  • Executiva de Negócios: Camila Mejolaro, Juliana Curi
  • Operações: Leticia E. Bauer, Juliana Quadros
  • Produção: Gisele Pereira
  • Produtora de vídeo: Catraca Filmes
  • Produtora de áudio: Radiotiva
  • Aprovação: Maira Caleffi e Gracielle Balsan